PREVISÕES PARA O ANO DE 2017 DA FAMÍLIA IFÁ NI L’ÓRUN

  Este cerimonial foi realizado no Ilé Ifá Ni L’Órun nas primeiras horas do primeiro dia do ano de 2017. Vinte e cinco Babalawós testemunharam o momento em que Odú foi revelado Leia mais»

A REGRA ARARÁ

O Reino de DAHOMEY se estendeu pelos territórios compreendidos entre os rios VOLTA e o DELTA de NÍGER, ao norte da costa do GOLFO de GUINÉ na ÁFRICA centro-ocidental. Nas primeiras décadas Leia mais»

A POBREZA ESPIRITUAL DE UM SACERDOTE

A hierarquia de IFÁ (espiritual) põe cada sacerdote no patamar que merece por seus méritos e feitos.   Diante desta afirmação, as escrituras sagradas nos deixam claro que, o universo espiritual atua Leia mais»

SUPERAÇÃO

Vivemos em uma sociedade onde determinados conceitos são formados através de padrões estabelecidos.   Muitos dos que não se enquadram nesses padrões, acabam tornando-se vítimas de discriminação social, racial, religiosa, orientação sexual, Leia mais»

SHANGÓ PROCLAMA COM SUA VOZ: TU SERÁS FELIZ HOJE! (SÀNGÓ LO WI MÃ YO TE TE TE)

  Mais de trezentas pessoas, entre elas BABALAWÓS, BABALORISHÁS, YALORISHÁS, AWÓ FAKANS, APETEBIS E ALEYOS, se reuniram em um grande evento religioso em homenagem ao ORISHÁ ONI SHANGÓ, ORISHÁ ALAGBATOBI do grande Leia mais»

OLÓFIN (ODU) E OBARA KASIKÁ

No início da criação de IFÁ, se preparava o saber e conhecimento que formariam a mente humana. OLÓFIN junto a ODU (IGBA ODU) entregou o poder astral a cada um dos 256 Leia mais»

 

PREVISÕES PARA O ANO DE 2017 DA FAMÍLIA IFÁ NI L’ÓRUN

 

Este cerimonial foi realizado no Ilé Ifá Ni L’Órun nas primeiras horas do primeiro dia do ano de 2017.

Vinte e cinco Babalawós testemunharam o momento em que Odú foi revelado juntamente com a profecia através do sagrado oráculo de Ifá.

Diego Campos Awó Ni Orunmilá Irete Kalu, sendo este o Awó mais novo presente no momento, e foi responsável por atefar o Odú que vai reger o ano 2017.

Odú Toyale: Irete Untelu (Irete Ejiogbe)

Primeiro testemunho: Ogbe Bara

Segundo testemunho: Ogbe Yono (Ogbe Ogunda)

Profecia: Iré Nibuyoko Ayé Oyalé Tesi Lesi Orunmilá, Onishe Ko.

Um bem de estabilidade material firme e seguro que nos proporcionará Orunmilá.

Orishás que governarão o ano, Oshósi e Yemanjá.

O PACTO DE ORISHAOKO AFEFE IKÚ

Há tempos ORISHAOKO era rei de OKE e ele tinha um grande problema, já que tudo o que ele semeava num dia, no outro dia aparecida tudo comido e essa era a sua maior preocupação. Então foi se consultar com IFÁ onde se apresentaram alternativas de dia e de noite.

A SUSTENTAÇÃO DE OXÓSSI

Em ILÉ OSHODÉ, vivia em uma solitária cabana no meio da mata OXÓSSI, onde todos o temiam pelo poder que tinha com OGUN. Foram procurar um OMOLOGU (feiticeiro) de outra terra para destruir OXÓSSI. O OMOLOGU chegou então com seus homens até a cabana com a finalidade de roubar o fundamento dele, enquanto OXÓSSI dormia. Colocou incenso na porta, fez seu ritual e entrou.

OXÓSSI acordou e ao notar o que estava acontecendo, fez uma mojugba e logo as pernas do OMOLOGU se cobriram de feridas. Ele teve que sair da cabana de OXÓSSI sem conseguir seu objetivo, mas deixou uma maldição para que OXÓSSI, através de um encantamento maligno, ficasse com suas pernas debilitadas.

OXÓSSI SE TORNA REI

PATAKI

OXÓSSI era caçador e se dedicava a capturar presas para todos os ORIXÁS, mas estes não lhe davam nada, nem lhe pagavam nada, porém ele não podia continuar nessa situação.

Então ele decidiu procurar ORUNMILÁ e foi até a casa dele. Quando chegou, explicou a ele sua situação e que este lhe desse um conselho que pudesse resolver esse assunto.

A REGRA ARARÁ

O Reino de DAHOMEY se estendeu pelos territórios compreendidos entre os rios VOLTA e o DELTA de NÍGER, ao norte da costa do GOLFO de GUINÉ na ÁFRICA centro-ocidental.

Nas primeiras décadas do século XVIII haviam consolidado seu estado e domínio através da guerra e conquistas de reinos menores como SAVI, WHIDDAH, ADRÁ ou ARARÁ. Esses lugares e seus postos se converteram em uma das zonas mais importantes da exploração de mão de obra escrava.

A POBREZA ESPIRITUAL DE UM SACERDOTE

A hierarquia de IFÁ (espiritual) põe cada sacerdote no patamar que merece por seus méritos e feitos.
 
Diante desta afirmação, as escrituras sagradas nos deixam claro que, o universo espiritual atua de forma justa e imparcial na avaliação de cada sacerdote na Terra. Ou seja, o merecimento, sem dúvida, definirá uma posição acima ou abaixo que um religioso ocupará dentro do contexto espiritual onde se desenvolva.
 
Seguindo o mesmo raciocínio baseado no ponto de vista de IFÁ, seria correto afirmar que ninguém jamais, JAMAIS ocuparia uma posição elevada dentro de nossa religião se esta não tenha sido conquistada através dos próprios méritos DIGNAMENTE.

OXÓSSI O REI DE KETÚ

352dd3a7-7cf1-4c6c-babd-5f7bcfbd5292

PATAKI

OXÓSSI nasceu em YEBÚ ODÉ, mas reinou em KETÚ. Teve três filhos que foram caçadores como ele e se chamavam:  ARIBITASI, ARISITASI e ATAMATASI.

OXÓSSI saia para caçar com eles e era muito feliz. Porém, isso despertava muita inveja entre seus inimigos. Os ARAYÉS (inimigos) começaram a caluniar OXÓSSI e também a seus filhos e o povo ouviu essas calúnias.

Um dia, o Conselho de Anciões, determinou que enviassem ao OBÁ (rei), ou seja, a OXÓSSI, um cesto com 101 ODIDÉS (101 penas de Acodidé), que era a sentença, para que soubesse o OBÁ que ele estava condenado a morte e que seu povo não o desejava mais como OBÁ.

NANÁ BURUKU A FIDELIDADE MATRIMONIAL

68ae49f377b2f4d6a6097a3194f967e6

PATAKI

Havia uma época em que as mulheres podiam se relacionar com vários homens ao mesmo tempo. Nenhum homem tinha meios para se livrar disso. AKAMALE não era diferente. Sua mulher só cozinhava para ele comer SARA EKÓ (uma espécie de mingau). Em troca, para seu outro marido preparava EKRÚ ARO (um tipo de bolo) e ERAN MALÚ (carne).

Assim seguiam as coisas e AKAMALE não podia mudar essa situação. Um dia foi à Casa de ORUNMILÁ pedir ajuda e contou tudo a ele. ORUNMILÁ consultou IFÁ e disse que ele teria que fazer algumas oferendas e sacrifícios e levar tudo num bambuzal, pois ali receberia o ASHÉ.

YEWÁ: A BELEZA DO MUNDO

yewa1YEWÁ, ORIXÁ das mutações, transformações, da percepção do que é belo e do que é feio, a distinção entre eles. Apaixonada por XANGÔ como OYÁ, porém com sentimento retido, contido.
 
YEWÁ representa o dom da adivinhação, da intuição, ORIXÁ adivinho. Seus filhos possuem um sexto sentido muito aguçado, aflorado, por conta dos EGUNS, espíritos que os acompanham. Divindade jovem, bela, que encanta no olhar e se diferencia das outras divindades por ter nela o símbolo da beleza.

SUPERAÇÃO

Vivemos em uma sociedade onde determinados conceitos são formados através de padrões estabelecidos.
 
Muitos dos que não se enquadram nesses padrões, acabam tornando-se vítimas de discriminação social, racial, religiosa, orientação sexual, nacionalidade e assim por diante.