LUCUMI – ANTIGA TERRA YORUBÁ

Introdução A seguir falaremos um pouco da origem do termo LUCUMI, sua origem, localização, cultura e religião. Abordaremos desde ÁFRICA até o Novo Mundo, como se deu sua preservação e como ainda Leia mais»

VERDADES OCULTAS E ESQUECIDAS

  Quando fazemos referência a OSHA-IFÁ, não devemos ignorar que ambas expressões religiosas são produtos da LEI DE CAUSA E EFEITO. Ao afirmarmos isso, tomamos o fato de que ao revelar as Leia mais»

OLOKUN – AGANA ERI

OLOKUN é o ORIXÁ da procriação, é a deidade das profundidades oceânicas, onde ODUDUWÁ o acorrentou. Dentro de OLOKUN habitam dois espíritos: SOMÚ GAGÁ e AKARÓ. AKARÓ é o espírito da morte, Leia mais»

PREVISÕES PARA O ANO DE 2017 DA FAMÍLIA IFÁ NI L’ÓRUN

  Este cerimonial foi realizado no Ilé Ifá Ni L’Órun nas primeiras horas do primeiro dia do ano de 2017. Vinte e cinco Babalawós testemunharam o momento em que Odú foi revelado Leia mais»

A REGRA ARARÁ

O Reino de DAHOMEY se estendeu pelos territórios compreendidos entre os rios VOLTA e o DELTA de NÍGER, ao norte da costa do GOLFO de GUINÉ na ÁFRICA centro-ocidental. Nas primeiras décadas Leia mais»

A POBREZA ESPIRITUAL DE UM SACERDOTE

A hierarquia de IFÁ (espiritual) põe cada sacerdote no patamar que merece por seus méritos e feitos.   Diante desta afirmação, as escrituras sagradas nos deixam claro que, o universo espiritual atua Leia mais»

 

LUCUMI – ANTIGA TERRA YORUBÁ

Introdução

  1. A seguir falaremos um pouco da origem do termo LUCUMI, sua origem, localização, cultura e religião. Abordaremos desde ÁFRICA até o Novo Mundo, como se deu sua preservação e como ainda é usado e empregado no ocidente por todos da Tradição YORUBÁ. Veremos alguns resultados de anos de pesquisas de diversos cientistas sobre o tema.

Origem e Preservação

Muito se tem especulado sobre as origens do término LUCUMI. Lydia Cabrera disse a respeito: “LUCUMI é o nome que se dá em Cuba, aos YORUBÁS, que ocupam a parte OCIDENTAL do sul da NIGÉRIA, com as províncias de ABEOKUTÁ, LAGOS, YEBÚ, ONDO” (1).

IFÁ UMA FILOSOFIA DE VIDA

IFÁ é TUDO que compreende desde o mais simples ao mais complexo na busca por soluções de variadas gamas de acontecimentos que ocorrem na vida diária.

IFÁ é orientar o caminho com direção e sentido; IFÁ é praticidade, é ética, é solidariedade frente a necessidade, é sacerdócio ante a dor humana. É desvendar problemas futuros e revisar problemas passados. IFÁ é guiar, orientar, prevenir, enfim, IFÁ é TUDO.

A RELAÇÃO DE BOROMU E BOROSIÁ COM ODUDUWÁ E YEWÁ

BOROMÚ e BOROSIÁ são deidades de sua importância local, como muitas outras divindades que ao chegarem em terras americanas ganharam popularidade e se fizeram conhecidas em todo o conglomerado YORUBÁ aqui representado.
 
São de origem EGBADÓ, pois seu culto, apesar de hoje estar muito vinculado a ODUDUWÁ, originalmente se associava mais a YEWÁ e OLOKUN.
 
A associação com corpos desmembrados, decomposição anatômica e tudo mais que envolve essas deidades deve-se por conta da associação com os ORIXÁS YEWÁ e ODUDUWÁ.

VERDADES OCULTAS E ESQUECIDAS

 

Quando fazemos referência a OSHA-IFÁ, não devemos ignorar que ambas expressões religiosas são produtos da LEI DE CAUSA E EFEITO.

Ao afirmarmos isso, tomamos o fato de que ao revelar as situações que se anunciam para o consulente, também devemos indicar o que se deve fazer para evitar que se suceda o fato anunciado.

Muitas vezes para isso não se requer oferendas e sacrifícios e sim mudar um modo de vida, realizando novas disposições e outras atividades ou ações que levem ao desaparecimento desse mal que perturba a pessoa.

OXUM E YEWÁ

Na terra BABADA BOSHE INLÉ, a rainha era AYÉ TOLÁ, que era OXUM que se vestia de branco. Ela tinha como confidente IKORDIÉ, que tinha a missão de contar tudo para ela, e para isso lhe falava secretamente. AYÉ TOLÁ era muito misteriosa e adorava o ORIXÁ que se chamava YEWÁ, a qual sempre lhe rendia MOFORIBALÉ (reverências).

AYÉ TOLÁ tinha como marido ORUNMILÁ, que governada àquela terra severamente, sob às regras da educação e responsabilidade.

OGUN O GUERREIRO IMPRESCINDÍVEL

OLÓFIN tinha OGUN como um homem de sua confiança, mas OLÓFIN recebia muitas queixas sobre ele, devido a tantas coisas que OGUN fazia e outras tantas coisas que deixava de fazer.

Então OLÓFIN, cansado já de tantas queixas, disse a ORUNMILÁ que tirasse OGUN do mundo.

ORUNMILÁ levou OGUN para sua casa, mas lá o consultou com IFÁ e este disse:

“Este homem é muito importante para que seja aniquilado”

IFÁ determinou que OGUN ficasse na Terra. Para que OLÓFIN não suspeitasse, ORUNMILÁ fez a OGUN algumas oferendas e sacrifícios determinadas por IFÁ e as deixou atrás da entrada de sua casa.

ORUNMILÁ CONQUISTA O DIREITO SOBRE O OGBÉ

No início da existência dos ORIXÁS, OXAGRINAN era o encarregado das inspeções dos trabalhos dos ALAGUEDÉS, na fundição de ADA (ADAGAS).

Ele havia criado em conjunto com OGUN uma Sociedade Secreta chamada BALOGUN, que era uma Sociedade onde todos seus membros eram os únicos autorizados a usar as ADAGAS e ali eles faziam cerimônias secretas e muito fortes onde se colocavam à prova o valor e a resistência dos neófitos para poder ter direito a chamar-se OMO AGADA (filho da adaga forte).

A GUERRA DE OSSAIN COM IKÚ (A MORTE)

IKÚ vivia em uma terra onde ali era o OBÁ (Rei).

OSSAIN vivia em uma mata e por seus poderes serem tão grandes, suas proezas chegaram aos ouvidos de IKÚ e este disse:

“OSSAIN quer o meu reinado, porém antes eu vou destruí-lo juntamente com seu filho! ”

IKÚ então preparou todos os EGUNS de IBUSUN ORU para o combate com OSSAIN.

A guerra foi dura, mas IKÚ foi avançando lentamente e cercando OSSAIN e seu filho AWÓ YIRE e então OSSAIN disse:

XANGÔ – O PROTEGIDO DE DADÁ IBAÑI

Certa vez ELEGUÁ salvou XANGÔ, que ainda era um menino, entregando-o a DADÁ. Ela foi quem o criou.

Ela sentiu muita pena, porque seu pai havia mandado matá-lo, mas DADÁ deixava XANGÔ fazer o que quisesse.

Parecia uma “mãe coruja” e chegou a dizer a XANGÔ que não brincasse com fogo, pois poderia se queimar, e que não montasse a cavalo, porque poderia cair.

O BABALAWÓ E IFÁ

O vocábulo IFÁ se refere ao corpo YORUBÁ de conhecimento ritualístico e filosófico, assim como o sistema divinatório. Também é um dos nomes com que se elogia o ORIXÁ da sabedoria e divinação: ORUNMILÁ.

IFÁ não é considerada uma religião e ao mesmo tempo é muito mais do que isso. A Tradição OSHA-IFÁ mantem a real estrutura da Sociedade Tradicional YORUBÁ. Tem um vasto corpo de conhecimento de ervas medicinais.

Sua Tradição oral mantem a história do povo YORUBÁ. Sua Tradição poética musical, até os dias de hoje tem uma influência fundamental na música e na literatura contemporânea no chamado ocidente, incluindo nossos povos da América Latina e Caribe.