Arquivos da categoria: SHANGÓ E O ABO (CARNEIRO)

SHANGÓ E O ABO (CARNEIRO)

Chango_2

SHANGÓ, rei dos reis, tinha um escravo fiel que o seguia em todas as partes: O ABO (carneiro). Mas este começou a invejar o seu dono a ponto de aliar-se a o OUNKÓ (cabrito) e a AURÉ (cabra). No silêncio da noite e com a cumplicidade da lua, das estrelas e dos sons ritmos da coruja, os comparsas idealizaram um plano para acabar com SHANGÓ. Tal plano consistia em esconder todas as armas dele: seu machado de dois gumes, seus facões, suas lanças e suas enxadas.

Seu escravo então o desafiou para uma guerra. SHANGÓ, bravo entre os bravos, respondeu ao desafio de guerrear de seu escravo e foi imediatamente buscar suas armas. Qual seria o seu assombro ao encontrar seu arsenal vazio, onde só tinha um bastão de Ácana (madeira de maçaranduba).

Preocupado, decidiu fazer uma consulta com ORUNMILÁ (IFÁ), quem imediatamente lhe mandou fazer um Ebó, entre cujos múltiplos ingredientes estavam um AKUKÓ (frango) para ELEGUÁ e um bastão de Ácana.