Arquivos mensais: julho 2015

O HOMEM TOLO, OS MEDÍOCRES E OS SUPERIORES OCUPAM ESCALAS DISTINTAS NO MUNDO E NA VIDA

creacion-olorun

IFÁ nasceu de OLÓFIN para benefício da raça humana.

Fez um inventário de tudo o que foi criado com o objetivo de atribuir a cada coisa uma posição na escala de valores.

Ifá determinou uma certa ordem de escala:

OLODUMARÉ, OLÓFIN, OLORUN,

ODUDUWÁ governando a trilogia

OBATALÁ.

OFERENDA DE YEMANJÁ PARA O AMOR

525b2ec457e247c5d8aafafec9699732

1 Melão

1 Vela de 7 dias

Melado de Cana

Açúcar Mascavo

Extrato de Baunilha

2 Fitas Azuis

Ao começar esse trabalho acenda uma vela de 7 dias e ofereça a YEMANJÁ.

ORUNMILÁ LEVA A SALVACÃO DE IFÁ A TODOS

screen-shot-2013-12-04-at-7-18-25-am

As pessoas se reuniram porque necessitavam de um sábio que os dirigisse para o bem deles e pensaram em ORUNMILÁ.

Foram então buscá-lo, mas como sempre surgiu a inveja e a ânsia de poder de alguns, que decidiram se livrar de ORUNMILÁ.

ORUNMILÁ nesse dia tinha se consultado com IFÁ que lhe disse que iam buscá-lo para uma reunião, que não fosse e que não aceitasse o outorgamento em sua pessoa de nenhum cargo, porque havia uma cilada por conta dos invejosos e egoístas.

OFERENDA COM OSHÚN PARA SE REQUERER ALGO

comida de Oshun

A comida favorita de OSHÚN se faz com camarões, oriri (erva) e ovos.

Quebre 5 (cinco) ovos numa frigideira com um pouquinho de dendê ou azeite doce.

Misture tudo como se fosse fazer ovos mexidos. Quando estiver quase pronto, acrescente oriri picado. Coloque também uma pitadinha de sal.

O nome desse ADIMU é OSHINSHIN.

Pegue uma abóbora moranga. Retire tudo o que há dentro. Deixe-a vazia.

Ofereça esse ADIMU dentro da abóbora para a Deusa do Amor e das Riquezas.

O PRINCÍPIO DE TUDO

Epigrafista-desmiente-profec-maya-1568328

OLÓFIN e o nada, somente sua vibração. Não existiam nem o tempo e nem o espaço. Foi então que ele decidiu fazer andar o tempo. Originou uma série de vibrações para tecer o Universo.

OLÓFIN soprou fortemente e das partículas de sua respiração se formaram as estrelas e os sistemas planetários. Emitiu finos assovios dos quais surgiram as distintas Deidades.

OLÓFIN determinou que as coisas estivessem separadas umas das outras, a frente do detrás, encima do embaixo, um lado do outro e disso se originou o espaço. Ele fez com que tudo tivesse um passado, um presente e um futuro e isso foi a gênesis do tempo.

A CONSULTA COM O ORÁCULO DE IFÁ

ekuele-de-coco-con-cuentas

O primeiro contato que uma pessoa tem na religião é através de uma consulta com um BABALAWÓ com seu oráculo de EPKUELÉ (Opelé). Através dessa consulta podemos por muitas vezes descobrir as soluções dos nossos problemas atuais, mas também poderemos fazer perguntas de qualquer tipo, para assim tomarmos decisões acertadas.

O Oráculo de IFÁ indica sobre a saúde, sobre o êxito profissional, os possíveis progressos econômicos, etc.

Às vezes a pessoa procura se consultar para um problema específico, às vezes por pura curiosidade e muitas vezes para ver como está no momento. Outras pessoas desejam que lhe digam tudo sobre seu futuro.

Sim, é certo dizer que tudo se pode saber através do ORÁCULO de IFÁ. Muitas vezes ORUNMILÁ sai falando de outro tema que não se espera e como ele é o TESTEMUNHO DE DEUS NA CRIAÇÃO, pode ver o que acontecerá em nossas vidas e pode nos advertir sobre tudo.

KUANADO

Disse Ifá: “A esperança é alimento da alma”.

Parabéns ao Awó Ni Orunmilá Odi Moni pelo passo dado no culto de Ifá recebendo das mãos de seu Oluwó Siwajú Evandro Otura Aira seu Ogbe Kuanado (direito de atuar como Babalawó).

Que as bênçãos de Orunmilá o alcance.

A trajetória religiosa da formação de um Babalawó em nossa tradição é árdua, mas não poderia ser diferente dado a grandeza e complexidade de Ifá. A formação intelectual, moral, espiritual de um sacerdote depende exclusivamente da base estrutural da tradição religiosa na qual o mesmo está inserido.

Mesmo o homem mais inteligente e espiritualista depende de uma boa formação que consista em desenvolver seu intelecto religioso diante da própria espiritualidade.

A RIQUEZA DE OSHÚN – IRÉ OWÓ

oxum

OSHÚN queria saber como andavam as coisas no mundo e iniciou uma pequena viagem.

A primeira coisa que encontrou foi que havia uma grande pobreza.

Compadecida dos pobres, o coração da deusa se encheu de piedade e começou então a dar riquezas a quem encontrava.

Todos os necessitados que foram favorecidos, foram comprar vestimentas e comidas. Os comerciantes desconfiaram daquelas riquezas, como havia parecido tudo aquilo do nada e então foram se queixar com OLÓFIN (Deus).

SHANGÓ ACABOU COM A IMORALIDADE DA TERRA DE OBATALÁ

11143725_719389138207117_2285804193002045967_n

OBATALÁ vivia na terra de ORILÉ ILÉ NI LEKUN onde as pessoas eram muito más e o incomodavam muito. Por conta disso, um dia decidiu ir ver ODUDUWÁ e pedir a ele que o ajudasse a resolver aquele problema que ia de mal a pior.

ODUDUWÁ prometeu ajudá-lo e mandou um EGUN chamado SAWEDÉ à terra de OBATALÁ com a missão de colocar ordem naquele lugar para que OBATALÁ pudesse viver feliz e contente novamente.

Quando SAWEDÉ chegou à terra, ficou encantado com tudo o que encontrou e ao invés de dedicar-se a pôr ordem no local, o que fez foi piorar a situação, com os toques de tambor que levava.

O SEGREDO DE OLÓFIN

gbankiva_clip_image003

OLÓFIN mandou buscar o AKUKÓ (galo) para que este o consultasse, porque o AKUKÓ era AWÓ NI ORUNMILÁ. Quando o AKUKÓ o consultou com IFÁ, disse a OLÓFIN:

“Você tem uma enfermidade no peito e este lhe dói”. Como isso era verdade, OLÓFIN pensou em coroar o AKUKÓ e quando OLÓFIN tirou o seu EKETÉ para coroá-lo, o AKUKÓ viu que este era calvo, coisa que ninguém sabia, pois ninguém havia visto a cabeça de OLÓFIN descoberta.

O AKUKÓ envaidecido por ser o único que tinha tido esse privilégio, vivia muito orgulhoso. Mas ELEGUÁ o tenteava para que lhe dissesse o segredo, com o propósito de fazê-lo se perder.