Arquivos mensais: outubro 2016

A POBREZA ESPIRITUAL DE UM SACERDOTE

A hierarquia de IFÁ (espiritual) põe cada sacerdote no patamar que merece por seus méritos e feitos.
 
Diante desta afirmação, as escrituras sagradas nos deixam claro que, o universo espiritual atua de forma justa e imparcial na avaliação de cada sacerdote na Terra. Ou seja, o merecimento, sem dúvida, definirá uma posição acima ou abaixo que um religioso ocupará dentro do contexto espiritual onde se desenvolva.
 
Seguindo o mesmo raciocínio baseado no ponto de vista de IFÁ, seria correto afirmar que ninguém jamais, JAMAIS ocuparia uma posição elevada dentro de nossa religião se esta não tenha sido conquistada através dos próprios méritos DIGNAMENTE.

OXÓSSI O REI DE KETÚ

352dd3a7-7cf1-4c6c-babd-5f7bcfbd5292

PATAKI

OXÓSSI nasceu em YEBÚ ODÉ, mas reinou em KETÚ. Teve três filhos que foram caçadores como ele e se chamavam:  ARIBITASI, ARISITASI e ATAMATASI.

OXÓSSI saia para caçar com eles e era muito feliz. Porém, isso despertava muita inveja entre seus inimigos. Os ARAYÉS (inimigos) começaram a caluniar OXÓSSI e também a seus filhos e o povo ouviu essas calúnias.

Um dia, o Conselho de Anciões, determinou que enviassem ao OBÁ (rei), ou seja, a OXÓSSI, um cesto com 101 ODIDÉS (101 penas de Acodidé), que era a sentença, para que soubesse o OBÁ que ele estava condenado a morte e que seu povo não o desejava mais como OBÁ.