XANGÔ – O PROTEGIDO DE DADÁ IBAÑI

Certa vez ELEGUÁ salvou XANGÔ, que ainda era um menino, entregando-o a DADÁ. Ela foi quem o criou.

Ela sentiu muita pena, porque seu pai havia mandado matá-lo, mas DADÁ deixava XANGÔ fazer o que quisesse.

Parecia uma “mãe coruja” e chegou a dizer a XANGÔ que não brincasse com fogo, pois poderia se queimar, e que não montasse a cavalo, porque poderia cair.

Porém, XANGÔ brigava e ganhava sempre, montava a cavalo e não caía nunca.

Em certa ocasião, XANGÔ estava brincando perto do fogo e caiu dentro dele. DADÁ se assustou muito, mas XANGÔ queria ficar brincando com as brasas, porque ele gostava do brilho das fagulhas e estas nada faziam a ele.

Por isso, XANGÔ se fez teimoso e não atendia os conselhos de ninguém.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.