PREVISÕES E RECOMENDAÇÕES DE IFÁ PARA O ANO DE 2018 DA FAMÍLIA IFÁ NI L’ÓRUN

Durante as primeiras horas do primeiro dia do ano, após realizarmos os cerimoniais necessários segundo as indicações de IFÁ, o ODÚ OGBE YONU foi revelado pelo oráculo de IFÁ trazendo as predições para o ano 2018.

André Awó Ni Orunmilá Irete Kalu, sendo este o Babalawó mais novo, foi o responsável por atefar o ODÚ que nos trouxe IFÁ.

Vinte e cinco Babalawós estiveram presentes durante o cerimonial.

Odu toyale: OGBE YONU (Ogunda)

Primeiro testemunho: OTRUPON OYEKUN

Segundo testemunho: OSHE OMOLU (Ogunda)

Profecia de Ifá:

Ire susu Aje Oyale lese ORUNMILÁ. Onishe ko.

Tradução: Um bem firme de prosperidade gradativa que nos proporcionará ORUNMILÁ.

ORIXÁS que governam o ano, regem o ano: AZOWANO (Obaluyé) acompanhado de YEMANJÁ.

 

  • Devemos render homenagem a esse ORIXÁ durante o ano, a princípio para nos livrar e nos proteger das epidemias que segundo esse ODÚ surgirão com mais intensidade esse ano provocando mortandades. Este é um IFÁ que avisa de epidemias.
  • Manter as vacinas das crianças em dia como também manter as vacinas que são exigidas para prevenir epidemias atuais.
  • Disse IFÁ: que a chegada de recursos financeiros nos elevará bem lentamente a uma condição melhor com relação a realidade atual.
  • Nesse IFÁ nasceu um colar de IFÁ confeccionado com as cores de alguns ORIXÁS com o objetivo espiritual de proteger de energias negativas no momento da consulta com os IKINS.

Disse IFÁ que os maus pensamentos, a inveja assim como a constante utilização de meios espirituais negativos afetará com mais intensidade esse ano, comprometendo o bem-estar em um contexto geral.

  • Recomenda durante o ano o uso de amuletos espirituais em busca de proteção.
  • Importante manter os ILEKES (colares de orixás) devidamente energizados e consagrados e usá-los não só nos momentos religiosos.
  • Alerta de acidente de trabalho pelo uso inadequado das medidas de segurança.

Disse IFÁ: Cabrito que fura tambor, com sua própria pele paga.

  • Alerta que os impulsos motivados pelo orgulho, nos cegarão com relação aos riscos que correremos ao tentarmos livrar uma pessoa de um determinado problema, sendo assim sacrificados em seu lugar. Análise e cautela nesse sentido durante o ano.
  • Evitar lugares perigosos, não se envolvendo nos problemas dos outros para não complicar a própria vida.
  • Prevê a morte de um artista famoso por uma imprudência.
  • A lei do silêncio pode ser utilizada de forma arbitrária para restringir o toque de nossos tambores religiosos durante o ano, sobretudo limitando eventos que utilize instrumentos de percussão.
  • Evitar não ultrapassar os limites estabelecidos evitando transtornos.
  • Um acontecimento ruim em nossa religião nos direcionará a mudanças que fortalecerão sua estrutura e sua base trazendo benefícios permanentes nos próximos anos. (A pele humana foi substituída pelo coro do cabrito).
  • Aumentará a produção do corte de gado.
  • Um ano de evolução para aqueles que investem na carreira artística.
  • Recomenda-se sumo cuidado com problemas na pele.

Disse IFÁ: Os ORIXÁS OGUN, XANGÔ, OBATALÁ, ELEGBARA, OLOKUN, nos defenderão com mais força esse ano.

Nesse ODÚ, ORUNMILÁ capou o Ounkó (cabrito) em busca de paz com OXUM.

  • As mulheres esse ano reivindicarão com mais força os seus direitos, obtendo resultados satisfatórios nesse ano.
  • As mulheres estarão mais preocupadas com a segurança futura exigindo mais comprometimento e dedicação de seus companheiros no presente.
  • As promessas feitas pelos homens e o não cumprimento das mesmas acarretarão desgastes, ciúmes e brigas dentro do matrimônio.
  • Esse IFÁ recomenda aos homens cumprir com a palavra, cumprir com as responsabilidades e deveres assumidos com as mulheres, do contrário serão submetidos a intranquilidades criadas por elas.
  • Em contrapartida, as mulheres que buscarem ajuda espiritual receberão ajuda encontrando um companheiro que lhes fará feliz. (Nesse ODÚ, OXUM casou-se com ORUNMILÁ)
  • Recomenda-se por esse IFÁ realizar sacrifícios ao espírito do cônjuge para estabelecer uma nova relação no presente.
  • Esse ODÚ avisa de guerras entre casais separados.

Nesse ODÚ nasceu AJALÁ um caminho de OBATALÁ que é responsável pela escolha de nosso destino, de uma boa cabeça.

  • Nesse ODÚ as cabeças que foram escolhidas na casa de AJALÁ (ori) se destruíram pelas chuvas.
  • Recomenda-se cuidado extremo com chuvas, que nesse ODÚ é prejudicial à humanidade.
  • IFÁ alerta para a destruição de casas, cidades, acidentes, mortes, sequelas graves ocasionadas pela chuva.
  • Alerta para queda de barreiras e deslizamentos de terras.
  • Devemos nos precaver quanto a estrutura de nossas casas.
  • Esse IFÁ proíbe sair embaixo de chuva para não perdermos a sorte.
  • Em contrapartida nesse ODÚ, a chuva foi necessária para ajudar a limpar a terra de uma grande epidemia (caminho onde não se enterravam os mortos).
  • IFÁ alerta para o aumento nos casos de ansiedade, problemas emocionais, depressões, já que o Ori da maioria das pessoas pode não compreender o tempo certo das coisas, colocando tudo a perder.

As pessoas que forem resignadas, pacientes e religiosas realizarão seus objetivos. Recomenda a realização de ebó e sacrifícios ao Ori (Cabeça) em busca do equilíbrio.

  • Aumentará a procura por vasectomia.
  • Aos homens sumo cuidado com a saúde evitando problemas orgânicos que comprometerão a virilidade, atenção redobrada com acidente que cause esterilidade, cirurgia de próstata etc.

Nesse ODÚ a terra é inimiga dos seres humanos.

  • A sobre carga de maldades causadas pela humanidade sobre a terra durantes os anos anteriores trará como consequências, epidemias, enfermidades contagiosas, doenças já erradicadas, surto de dengue etc. Este é um ODÚ de epidemias, acidentes com a terra, destruição de plantações e contaminação pela água.
  • Recomenda-se oferecimento de sacrifícios a ORIXÁ OKO, INLE OGUERE e a OLOKUN para nos defender das calamidades.

Nesse ODÚ nasceu tocar o ORI com OPELÉ IFÁ para a adivinhação.

Recomenda-se a consulta com oráculo de IFÁ para não perdermos o caminho do nosso destino durante o ano.

  • A falta de paciência, a competitividade social, a desobediência, farão com que muitas pessoas se desviem do caminho do êxito, se desalinhando do seu destino para sempre. (Os apressados escolheram a pior cabeça)
  • A cabeça ruim significa: A pressa, a imaturidade, atitudes que contrariam a lógica da vida, representa a insensatez que nos leva a devaneios, nos cega quanto a nossa própria realidade, nos impulsionando a ações impensadas que comprometem nosso futuro negativamente.
  • A cabeça boa significa: procurar refletir quanto aos nossos limites evitando os excessos, ter a consciência que a construção de um caminho de sucesso na vida é árduo, é com sacrifícios, com disciplina mental, entender que qualquer resultado satisfatório é consequência de um conjunto de fatores, entre eles nosso destino, entendendo que a noção de melhoras em nossa vida deve ser analisada com base na nossa realidade, não na realidade do outro, pois cada um tem uma virtude, cada um tem um ORI (destino)

IFÁ recomenda se aprofundar com o ODÚ que nos foi revelado na iniciação, para não perdermos a direção.

Nesse ODÚ o maestro entregava a xícaras de mingau contendo riquezas para seus discípulos.

  • IFÁ prevê crescimento nas pequenas empresas e falência das grandes empresas.
  • Os rótulos sociais dificultarão as pessoas a reconhecerem a chegada da sorte, que estará escondida atrás das aparências simples. Esse desperdício beneficiará as pessoas mais humildes e necessitadas.
  • O preconceito em todos os sentidos será combatido com mais força durante o ano nos ambientes sociais, mesmo surgindo aumento nos casos. As consequências levarão a reflexão, aumentando o respeito às diferenças.

Nesse ODÚ, OBATALÁ desejava um trono.

  • Recomenda-se a restruturação de hábitos religiosos para recuperar a sorte perdida.

É necessário por esse ODÚ reverenciarmos OBATALÁ para que a sorte entre em nossos lares.

  • IFÁ nos alerta que estaremos sucessíveis a doenças do fígado, pâncreas, diabetes, estômago, vistas, derrames cerebrais, deterioração dos dentes, embolias, pressão arterial e coração.

Recomenda se iniciar no culto a ODUDUWÁ para estabilizar a saúde, ou fazer sacrifícios caso seja iniciado.

  • Esse ODÚ menciona o malversador do erário público, roubo nos cofres públicos permanecerão.

Nesse ODÚ, ORUNMILÁ governou após o fracasso dos antecessores.

  • A pressão da sociedade através das manifestações contra os governantes, surtirá efeitos positivos.
  • O descaso dos governantes permitirá mortes e o aumento da fome em nosso país em lugares menos favorecidos.
  • Um personagem político trará esperanças para o povo brasileiro.
  • Um chefe do governo poderá ser destituído de seu cargo.

Nesse ODÚ nasceu a unificação das terras.

  • O país receberá ajuda externa durante o ano, assim como aumentará a importação e exportação que elevará a econômica do nosso país aliviando a crise.
  • A união familiar e religiosa é a única forma de superarmos as dificuldades durante o ano.

Recomenda-se realizar sacrifícios a XANGÔ e OGUN para manter a solidez e união na família.

  • Os religiosos buscarão a união para vencer o preconceito e reivindicar direitos.

Esse ODÚ representa a imagem de um crocodilo.

OGBE YONU, YONU significa boca muito aberta representando a gula.

  • Haverá um crescimento no mercado profissional gastronômico.
  • Os bares, mercados, restaurantes, pizzarias, ambulantes, assim como o mercado informal alimentício será um setor em expansão.
  • Ambulante será um caminho para driblar a crise.
  • Aumento nos casos de obesidade.
  • A má alimentação, assim como a gula, afetará a saúde de forma agressiva.

Nesse ODÚ não se enterravam os mortos.

  • Aumento no desaparecimento de familiares.

Recomenda-se realizar a cerimônia de Paraldo.

Disse IFÁ: A falta de consciência da importância do culto aos ancestrais tem prejudicado a sorte de seus descendentes.

  • Devemos realizar sacrifícios aos nossos ancestrais evitando os arrastres negativos que os perseguiram em vida.

Disse IFÁ: “Com a paciência se faz rei”.

  • Um ano de vitórias, prosperidades e realizações para aqueles que lutarem resignadamente para alcançar suas metas.

Neste ODÚ nasceu OGUN XORO XORO.

  • A violência urbana pode chegar ao extremo da crueldade.

Recomenda-se buscar proteção com o ORIXÁ OGUN durante o ano.

Nesse ODÚ AZOWANO caminhou com cinco Ounkós (cabritos)

  • Avisa de acidentes em transportes públicos, assim como nos transportes alternativos por descartes e má conservação dos veículos criando transtornos no cotidiano.
  • Aumento no número de transportes alternativos.
  • O excesso de velocidade aumentará o número de acidentes no trânsito.

Para aqueles que tenham pai falecido, esse IFÁ prescreve a proteção do mesmo durante o ano.

  • É um ano onde as pessoas podem não prezar pela união, acreditando que encontrarão o que buscam sozinhos, esquecendo que a interação social nos completa como seres humanos, perdendo o sentido e as oportunidades na vida.
  • Disse IFÁ que o consentimento aos filhos, a permissividade, a falta de limites, a superproteção, os tornarão despreparados e fracos para a vida, tanto no presente, quanto no futuro.
  • Muitos podem cair na delinquência.
  • Orienta aos pais a exigirem mais dos filhos enquanto há tempo, para não os perderem para o mundo, para a vida.
  • Crescerá significativamente o desrespeito dos filhos para com pais.

Do contrário os pais para salvarem seus filhos terão que entregar tudo que conquistaram na vida, por conta dos problemas que estes buscarão com sua conduta.

  • IFÁ recomenda orientar os filhos e realizar sacrifícios para livrá-los da maldade do mundo.
  • A base de OGBE YONU é a violência, a falta de reflexão, a impulsividade, a agressividade, aumentando a violência doméstica, com vizinhos, as pessoas estarão menos tolerantes umas com os outras dentro do contexto social, religioso, profissional, familiar etc.
  • Esse é um ODÚ de riquezas.
  • Aumento na indústria de cosméticos, assim como no setor de beleza e estética.
  • As mulheres estarão mais preocupadas com aparência física durante o ano.

Recomenda-se sacrifícios à terra.

  • Recomenda-se a busca para consagrar ORIXÁ para obter mais resistência espiritual com relação as situações adversas. (AJALÁ)
  • É um bom ano para quem deseja o primeiro filho.
  • Um bom ano para aqueles que desejam reformar suas casas.
  • Um bom ano para aqueles que queiram investir na carreira odontológica, já que pela má alimentação, a saúde bocal estará comprometida nos próximos anos.
  • Um ano positivo para aqueles que desejam adquirir um terreno, casa etc. (A casa de branco)
  • Um ano de boas oportunidades no setor de carpintaria. (Trono de OBATALÁ)

Esse é um IFÁ de avareza. É necessário controlar a ambição e assim evitar a avareza que pode cegar as pessoas do perigo que podem correr, motivados cegamente pela ambição.

  • IFÁ recomenda a paciência e que de pouco em pouco, se chega longe.

Que as bênçãos de OBATALÁ, assim como de AZOWANO alcance a todos!

 

Esse ODÚ recomenda realizar sacrifício a ORIXÁ OXUM em busca da paz e harmonia na família e no matrimônio.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.