AGAYÚ – AGANJÚ

Quem Agayú ou Aganjú?

Agayú Solá é um Orishá e representa na natureza o vulcão, o magma, o interior da terra. Representa além disso as forças e energias imensas da natureza, a força de um terremoto, a lava dos vulcões circulando intensamente no subsolo subindo à superfície, a força que faz girar o universo e a terra e a terra nele. Vive na corrente do rio. No humano se representa por um barqueiro no rio.

Agayú Solá é além disso o Orishá dos desertos, da terra seca e dos rios enfurecidos. É o gigante de Osha, Orishá do fogo, de caráter belicoso e enfurecido.

É o cajado de Obbatalá. Confundido em alguns casos com Shangó. Seu culto provém da terra de Arará e Fon.

Seu nome provém do Yorùbá Aginjù Solá (Aginjù: deserto – So: voz – Àlá: Cubrir), literalmente “O que cobre o deserto com sua voz”.

Seu Otá principal é de forma piramidal e deve de permanecer atado embaixo das águas de um rio por 9 dias.

Sua cor é o vermelho e branco e as 9 cores exceto o negro.
Se saúda: Agayú Solá Kinigua ogé ibá eloní!

Os filhos de Aganjú são de comportamento violento, genioso, enfurecido, fisicamente são muito fortes. São sensíveis e a ternura os encanta. As crianças também os encantam e são presas fáceis de mulheres com aparência frágil, porque se encanta proteger os mais frágeis.

Moyubá!

IFá Ni L’Órun
Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.