OBATALÁ OBÁ MORÓ

 

Sem título2

Obatalá Obá Moró é um caminho onde Obatalá é muito ancião.  É conhecido também como Abispá. Foi o rei de Ibao.

Seu colar ou eleke leva contas brancas, de marfim, coral e glória.

Entre suas ferramentas, leva 2 facões, 1 santíssimo, 2 escadas, 2 lanças, 2 correntes, uma flecha. Fora da sopeira se põe uma quartinha e um imã com outra mão de caracóis. Leva, além disso, como ferramentas 2 pombas e um cálice no qual se coloca sobre suas pedras.  Põem-se também dois bonequinhos de louça, um garfo de metal e um bastão.

Quando o Iyawó tenha um ano de coroado para Obá Moró, deverá consagrar a coroa dele, lavando-a em um recipiente com ervas de Obatalá, erun, obi, obi kola e airá obi motiwao. Leva-se a um buraco e se lhe dá ali a Obá Moró: 2 galos brancos, 2 pombas brancas, se lhe dá coco também e se lhe sacrificam dois galos em Lerí do Iyawó e também na coroa. Com o ashé, o leri e o okan dos galos se monta um Ozain forrado no couro de chiva sacrificada na consagração a Obatalá, ao qual se lhe dá forma de coração e se forra com contas brancas. A carga de Ozain vai dentro de uma cruz de cedro ou de jócuma, a qual se coloca sobre um cálice.

Seus mensageiros são 5 e são os alapíni (albinos), ashipa (leprosos), samí (anãos) e chinikú (aleijados).

Os filhos de Obá Moró se rogam a cabeça com frutas secas, nunca com frutas d’água. Na terra Arará é conhecido como Jué Até.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.