REALIDADE DA VIDA

cobra_galinha

Ocorreu uma vez que havia uma adié (galinha) que tinha desejos de ter uma grande família e apesar de sua família ser bastante numerosa, roubava os ovos das demais galinhas.
Um dia uma serpente pôs uma grande quantidade de ovos e a adié os encontrou e se sentou em cima dos mesmos para chocá-los, mas um papagaio que viu o que estava fazendo disse: “Adié, por você ter um afã de ter uma grande família, não compreende que esses animais são daninhos, quando foram grandes serão teus piores inimigos e você será sua primeira vítima?”.
A adié respondeu: “Oque você sabe sobre a vida? Quando eles nascerem me seguirão como meus próprios filhos”.
A adié não ouviu os conselhos do papagaio e quando as serpentes nasceram, imediatamente devoraram a sua própria mãe adotiva e a galinha desolada e perdida lamentava: “Até meus próprios filhos me matam, por que tem que ser assim!”.
NOTA: Este caminho explica aquele que nasceu para produzir e praticar o mal, ainda que rodeado dos maiores benefícios, atuará no final de acordo com sua natureza e essência. E também explica que não somente a educação familiar, religiosa exemplar pode modificar a natureza de uma pessoa ruim.
Fala de pessoas de aparência frágil e ingênua que apôs receber os benefícios atacam quem lhes ajudou.
Nesse Odu explica também o porquê muitos filhos destroem os pais.

Ifá Ni L’Órun Otura Airá

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.