OGAN, OGBON E OGBONI – OS GUARDIÃOS DE OBATALÁ

OBATALA2

OBATALÁ é um ORIXÁ que descende diretamente de OLÓFIN e de OLODUMARÉ. É o criador da Terra e escultor dos seres humanos. A ele acompanham três ORIXÁS GUARDIÕES.

O primeiro desses guardiões que acompanham OBATALÁ é:

OGAN: É considerado o secretário de ODUDUWÁ e OBATALÁ AYAGUNA. É dono da enxada. Forma uma trilogia com OGBON e OGBONI (Os outros dois guardiões de OBATALÁ). OGAN fala muito baixo e é comerciante. Representa a inveja, a avareza e o egoísmo. Assenta-se junto com OBATALÁ, já que é seu guardião e vive ao pé dele. Recebe-se quando se tem problemas, pois também é a justiça. Como ferramentas leva muitos panos, efun, um tubo de prata, 7 atarés que usará seu filho no caso de problemas, 16 ibis, 2 mãos de caracóis (búzios), 2 eyelés (pombas) de pratas. Seu Ozain vai em um boneco de madeira de ceiba sagrada (arabá) em forma de crânio, mas com quatro olhos e um cajado na mão, já que OGAN escravizou a morte e pegou dela seu cajado, o que se põe dentro de sua sopeira. Lava-se com água de coco. Leva uma só pedra de ponta. Seus atributos são couraça, flecha, acofá e uma cobra e se cobre com algodão. Leva por fora uma escada com 16 degraus com 2 mãos de caracóis costuradas a ela.  Seus elekes (fios de conta) são de contas vermelhas e brancas, intercalando contas verdes, outros também fazem de contas brancas com 16 sementes de dendês, embora suas verdadeiras sementes são as chamadas Iwuin vegetal. Oferecem-se os mesmos animais que para OBATALÁ. Oferece-se a ele também inhame amassado, obi coco, ekó picado e 8 ovos ou seus múltiplos com ori e efun, envoltos no ori.

images

OGBON: É irmão de OGAN e OGBONI. Ele se encarrega, junto com seu irmão OGAN, da alma de todos os filhos de OBATALÁ quando falecem. Entre suas ferramentas se encontram um cofre minúsculo de metal onde se guarda um escaravelho dourado (segundo se diz é um segredo de OBATALÁ), dentro dele o qual se carrega o Ozain e uma mão de caracóis (búzios) bem pequenininhos. Este cofrinho vive com Obatalá e se recebe quando sai o ODÚ OFUN em ITÁ, este se retira ao falecer o seu dono. OGBON na terra Arará é chamado de AGASAWÉ. Este ORIXÁ se recebe sozinho, seus atributos são as pedras, flechas e caracóis; oferece-se a ele ovos cozidos, oferecidos no dia primeiro de cada ano.

OGBONI: Conta uma antiga lenda que nos princípios da criação, uma mulher deu a luz a 16 filhos. Os primeiros nomeados OGBO e ONI começaram a lutar entre si, trazendo o caos e a desordem universal. Vendo a mulher que seus dois filhos provocariam a destruição, os pegou e os fez fazer um pacto de irmandade, jurando que nunca mais brigariam entre si, nascendo assim o ORIXÁ OGBONI. Hoje em dia poucos conhecem este ORIXÁ guardião de OBATALÁ. Esta deidade era de suma importância na África e daí surgiu a primeira sociedade secreta que leva o seu nome, a qual era muito temida e respeitada por todos os que a conheciam. Os atributos desse ORIXÁ são as pedras verticais e três flechas; faz-se oferendas a ele na segunda quinta-feira de Junho. Há casas que frequentemente os têm em porrões brancos e outras em sopeirinhas brancas e cobertos com algodão.

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.