ORUNMILÁ SE ENFERMOU

46528940_HHJUJOGYMWIMIGO

Quando Amuigbokun (SHANGÓ) era o Rei de Oyó, havia um bosque cheio de carneiros (Abos) que tinham seu trono em uma árvore que se chamava (Igi Abo) e seu Rei era um carneiro negro como a noite, que se chamava Asusu Masa, este presumia ser feiticeiro e achava que podia mandar todos os Ogu (feitiços) do bosque para destruir a todos os seus inimigos.

Depois de certo tempo, sua fama cruzou com a do Obá de Oyó Amuigbokun e começou a guerrear com este, mas como sabia que o conselheiro deste Obá era um grande adivinho chamado ORUNMILÁ, decidiu com um de seus filhos brancos, mandar algo para acabar com o adivinho.

Então colocou na porta da casa de Orunmilá um pó. Ele costumava sair pela manhã e ao abrir a porta, aspirou o pó que o carneiro ali colocou e se enfermou gravemente. Doía-lhe a cabeça e formou-se um coágulo na cabeça e não podia levantar-se. Então já adoecido, fez um Osode (uma consulta com Ifá) e o odú marcado foi Ogunda Biodé, sinalizando uma medicina com a raiz da samambaia e o gengibre. Tomou todo o preparado, dissolvendo então o coágulo.

Inteirado Shangó do que havia acontecido com Orunmilá, lhe disse: Pegue tuas armas e vamos até Igi Abo e o mesmo disse Ogun, mas Shangó repetiu, levem suas armas que eu levarei as minhas. Mas como Orunmilá estava ainda abatido, Shangó o levou de cavalo.

Chegaram ao pé de Igi Abo, então Orunmilá pegou seu tabuleiro de Ifá e marcou os Odús Mejis e Ogunda Biodé, e Ogun cortou um galho para que Orunmilá pudesse apoiar-se e então Orunmilá começou sua mojuba:

“Baba Olófin Oduro de Awó de Orunmilá Ogunda Biodé Amarisa Abo Oyé Ogunda Biodé Gbogbo Aur”.

Nisso, saiu do bosque o carneiro Dun Dun, Rei de todos os Abos (carneiros) e se lançou em cima dos três. Ogun atirou uma corrente no pescoço dele e com isso tombou o Abo. Todos comeram do animal e cantaram o Suyere:

Orunmilá Ekun Pa Abo Bieye Ewe

Depois, Shangó comeu dois Akukós (galos) o mesmo que Ogun, e Orunmilá duas Adiés (galinhas) Dun Dun e se sentaram os três a fim de descansar sobre o trono de Baka Buey, tornando-se Shangó, Orunmilá e Ogun Reis e Governantes de Oyó respectivamente.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.