UMA BREVE EXPLICAÇÃO DE QUEM É OLODUMARÉ

olodumare

OLODUMARÉ é na religião YORUBÁ o Deus único, supremo, onipotente e criador de tudo o que existe. Seu nome provém do YORUBÁ OLÒDÚMÀRÉ, o qual significa (senhor o qual é nosso eterno destino).

OLODUMARÉ é a manifestação material e espiritual de tudo existente. Não está em contato direto com os homens, mas sim em sua outra forma, OLORÚN (diretamente) ou OLÓFIN (indiretamente). Não se assenta, não se oferta nada, nem possui colares ou fios de conta.

Os YORUBÁS o representam em um guiro (cabaça) com duas metades, a superior os estados astrais elevados e a inferior a Terra. Cada vez que se menciona seu nome, deve-se tocar o chão e depois beijar os dedos.

Os YORUBÁS não tinham estátuas, nem tampouco altares para representar ao DEUS OLODUMARÉ. Consideram OLODUMARÉ o ser supremo onipotente e primordial, autor dos destinos de cada coisa vivente, pai de todos os ORISHÁS e da vida. Todos podemos experimentar a presença de Deus de uma forma diferente, é por isso que não há emblemas ou sinais para representá-lo.

Em IFÁ e na Regra de OSHA o ser supremo é puro e, portanto, o associamos a cor branca, desta forma se pode desenhar um círculo com Ashé ou com Efun e dentro do círculo pode estar um símbolo da eternidade ou infinito.

Outros nomes utilizados para descrever o ser Supremo na Religião YORUBÁ:

ELEDÁ: Esta palavra significa o criador. Seu nome indica que o ser Supremo é o responsável por toda a criação, assim como da própria existência e a fonte de todas as coisas.

ALAAYÉ: É a potência vital. É o sempre vivo ser Supremo como é conhecido pelos YORUBÁS, é sempre vivo ou eterno. Nunca morreu. Por isso o povo diz: “A KÌ ÍGBÓ IKÚ” (nunca ouvimos da morte de OLODUMARÉ)

ELEMIÍ: O dono da vida. Indica que todas as coisas vivas lhe devem sua respiração. Quando o ELEMÍÍ toma a respiração de um ser vivo, este morre.

OLOJO ONI: O que ganhou o controle do dia.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.