OGUN E OSHÚN

ogumeoxum

OGUN era filho de YEMANJÁ. Por sua nobreza, bondade e disciplina, a mãe lhe concedeu a graça de ser o único que podia descarregar as embarcações, negócio que o fez muito popular.

Também OLÓFIN se fixou nele e graças ao ASHÉ que lhe entregou, pode ser um grande caçador. Assim foi que mudou de ofício, pois seus inimigos, por inveja, não o deixava viver tranquilo.

Uma vez quando estava caçando pelo bosque, se viu dentro de uma mata de espinhos. Ferido, pode caminhar um trecho até que se encontrou com OSHÚN, que só de olhá-lo, se apaixonou por aquele forte e elegante homem. A dona da graça e da meiguice lhe curou as feridas com uma erva que unicamente ela conhecia o segredo.

Foi tão repentino o amor que ambos sentiram, que a partir dessa mesma noite, OGÚN ficou morando na casa da linda OSHÚN. Seus inimigos, pouco a pouco foram se esquecendo dele.

Aquele amor que parecia eterno, não foi, já que OSHÚN, entediada de tantas adulações e monotonias da vida conjugal, um dia foi embora com outro homem.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.