LUKUMI (OLLUKUMI) POVO YORUBÁ

images (1)

LUKUMI é um termo aplicado tradicionalmente aos escravos procedentes das zonas YORUBÁS, vendidos em um ou outro lugar do litoral africano, sendo estes escravos, preferencialmente obtidos por espanhóis e portugueses, os que lhes deram tal designação.  Mais tarde, a palavra LUKUMI passou tradicionalmente a ser como um “selo” de garantia para designar escravos, que por suas condições físicas e rendimento, foram preferidos nos mercados espanhóis e portugueses.

ORIGEM

A Religião LUKUMI ou REGRA DE OSHA tem suas origens em IFÁ, nas tribos YORUBÁS na NIGÉRIA, ÁFRICA. Se baseia em um ser supremo conhecido como OLODUNMARÉ. Ele é responsável pela criação do Universo e o primeiro ORIXÁ – OBATALÁ. É, por isso, que OBATALÁ é conhecido como o Pai dos ORIXÁS. A Religião LUKUMI é formada por 401 DIVINDADES, cada uma delas relacionada com algum elemento da Natureza. Através do tráfico dos escravos foi introduzida no hemisfério ocidental.

oxalufan

Na atualidade existem várias versões sobre a origem da palavra LUKUMI, mas a mais aceitada é a que afirma que a palavra provém da saudação YORUBÁ “OLLUKUMI” que significa “MEU AMIGO” e que os escravos usavam com frequência entre si.

A Religião LUKUMI está cheia de mistérios e ainda que muitos a estudem profundamente e durante muitos anos, só alguns chegam a dominá-la por completo. Entretanto, uma vez que uma pessoa se inicia na REGRA DE OSHA ela se converte em uma parte essencial de sua vida, que se transmite de geração em geração e que tem sobrevivido através dos séculos.

RELIGIÃO LUKUMI EM CUBA

A Religião YORUBÁ LUKUMI e IFÁ chegaram à Cuba na época onde eram transferidos os negros escravos residentes no HAITI, NIGÉRIA e da ÁFRICA em geral, para a Ilha de CUBA, para trabalhos forçosos nos canaviais e força bruta nos chamados “trapiches” (tipo de moinho para reduzir a pó os minerais ou moinhos de cana), assim como também para o campo.

altar

Esta religião foi e é muito querida pela maioria de todos os cubanos dentro e fora de CUBA, que com seus mistérios, fazem revitalizar a saúde, o bem-estar, o desenvolvimento espiritual de seus devotos. Foi preservada, documentada, codificada pelos antigos BABALAWÓS cubanos descendentes dos oriundos da ÁFRICA, juntamente com a religião IFÁ, a qual a REGRA DE OSHA está em total conformidade.

O LUKUMI é uma tradição oral e as versões escritas foram feitas pelos BABALAWÓS DE IFÁ, mas com o objetivo de PRESERVAR e não como ARMADILHAS da língua, nem tampouco devem ser utilizadas como “prova” da decomposição da língua YORUBÁ.

Os que falam LUKUMI em Matanzas (CUBA) e em outras áreas, o fazem muito parecido a que falaria um YORUBÁ nato e podem comunicar-se com pessoas que falam o YORUBÁ que são nascidos na NIGÉRIA, sem nenhuma classe de dificuldade.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.