OS GUACALOTES DE ASESÚ E YEWÁ

nicker2

YEMANJÁ ASESÚ e YEWÁ sempre andavam juntas no mar, com um barco muito grande que elas tinham que foi feito de IGUI JOCUMA. Elas iam por toda a costa repartindo EWÉ AYÓ (fava de Oshósi) a todos os homens que se dedicavam a jogar com elas, pois ASESÚ e YEWÁ haviam feito um pacto para por meio dessa brincadeira, ter domínio sob todos os homens, pois por serem fanáticos e apegados ao jogo, eles entregavam tudo.

ASESÚ e YEWÁ foram se tornando donas de todas as riquezas daquelas terras e punham a ELEGUÁ como chefe.

Elas iam buscar GUACALOTES (fava de Oshósi) em toda terra de OMO AYÓ, que era muito próspera e tinha saída pelo mar, mas as pessoas daquelas terras não estavam de acordo com o que acontecia nessa terra, pois a maior riqueza que havia ali eram os GUACALOTES (favas de Oshósi), que eram de todas as cores.

Yemaya

Naquela terra vivia AWÓ ALAYÓ OTA, ao qual todos queriam bem, pois era filho de ORUNMILÁ que tinha muita sabedoria e ele sempre estava dando conselhos as pessoas daquela terra de OMO AYÓ, onde todos eram muito obstinados.

Eles foram ver AWÓ ALAYÓ OTA, o qual lhes fez uma consulta com IFÁ e lhes disse que teriam que esperar que YEWÁ e ASESÚ chegassem em seu barco para pegar os GUACALOTES e lhes dessem comida às duas e pegassem AGUTAN (Carneiro) e ETU (galinha D’Angola). Enquanto elas comiam, as pessoas da terra de OMO AYÓ saíram com o barco e começaram a pegar a todos os homens que estavam esperando a YEWÁ e ASESÚ com os AYÓ e os foram levando para a terra de OMO AYÓ, onde os esperava AWÓ ALAYÓ OTA e lhes fez as cerimônias de IFÁ (os tornou BABALAWÓS), mas também pegava os EWÉ AYÓ (fava de Oshósi) e os lavava com o IFÁ e dava de comer a YEWÁ.

Porém resultou que quando ELEGUÁ se inteirou daquilo, ficou bravo e começou a atrapalhar a cabeça e a vista de todos os homens que eram filhos da terra de OMO AYÓ e então AWÓ ALAYÓ OTA disse a YEWÁ e ASESÚ que teriam que ir buscar a ELEGUÁ para trazê-lo para aquela terra para consagrá-lo. Elas pegaram o barco e foram a caminho de ONI OKUN, para onde vivia ELEGUÁ e começaram a chamá-lo.

Yewá

ELEGBARA MOTA BI AYE OMO AYÓ SOKUN

IRÉ ALAYÓ YEWÁ ALAYONIFA

ASESÚ MOKI OTA

ELEGUÁ quando as ouviu, subiu no barco e então YEWÁ e ASESÚ cantaram:

YEWÁ YEWÁ OMO ATO YEWÁ

YEWÁ YEWÁ OYO ELESE YEWÁ…OMO AYÓ ASESÚ.

Onde ELEGUÁ as agradecia muito, ficou tranquilo e foi com elas para a terra de OMO AYÓ e ali já estava tudo preparado e AWÓ ALAYÓ OTA lhe fez IFÁ (o tornou BABALAWÓ) e fez sacrifícios a ASESÚ e a YEWÁ junto com o IFÁ e disseram à ELEGUÁ que isto todos os dias o manterá ao lado de seu IFÁ, que lhe servirá para grandes poderes e segredos nessa terra. Que deve adorar muito a YEWÁ e a ASESÚ e que ALAYÓ, o GUACALOTE, além de ser o jogo de OLÓFIN na Terra, era o segredo daquela terra para o desenvolvimento e a saúde de seus filhos.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.