A TRANSFORMAÇÃO DE MAYELEWÓ EM IBU OKOTO

YEMAYA-MAYELEWO_art

YEMANJÁ voltou com OGUN e fingiu sua felicidade, enquanto ela conspirou para abandoná-lo tão breve fosse possível.

YEMANJÁ, uns dias depois, enquanto OGUN estava trabalhando, saiu de sua casa uma vez mais.

Após o retorno de OGUN, ele virou a casa de cabeça para baixo em busca dela e logo depois começou a procurar fora.

Caminhando sem rumo, encontrou-se com um KUEKUEYÉ (pato). OGUN estava a ponto de arrancar-lhe a cabeça, quando o pato disse que se ele o matasse, ele nunca encontraria YEMANJÁ.

Perguntou OGUN: Então você sabe onde YEMAYÁ OMI LATEÓ (mãe do mundo) está?

O pato rapidamente disse: Sim, eu te digo onde está. Mas me darás metade de suas riquezas? OGUN apressadamente esteve de acordo. Na verdade estava pensando que tão breve se encontrasse com OMI LATEÓ, mataria o pato.

Aqui é onde nasceu a ganância e a má fé das pessoas.

O pato foi bamboleando até chegar às margens do oceano que era YEMAYÁ ILÉ (casa de YEMANJÁ) e rapidamente começou a nadar no mar.

OGUN tratou de fazer o mesmo, mas começou a afundar rapidamente até o fundo como chumbo. Foi YEMANJÁ que o salvou mantendo-o à tona. YEMANJÁ em seguida disse a OGUN:

Tu és maestro em tua casa e capaz de impor e obrigar os outros à tua vontade. Se você não deixar de me perseguir, vou permitir que você se afunde até o fundo.

OGUN, vendo que não tinha escolha, deixou o Ilé dela e voltou a seu ILÉ NIBU (bosques).

ibu okoto

YEMANJÁ sacrificou o KUEKUEYÉ (pato), por ele se intrometer em seus assuntos.  Sacrifiquei o pato para que ele nunca mais possa se meter de novo em meus assuntos ou contar meus segredos.

Vou utilizar suas penas como ABEBÉ (leque) para me abanar.

É aqui onde MAYELEWÓ se transforma em IBU OKOTO e é a primeira vez que alguém perde sua vida por intrometer-se nos assuntos dos demais.

Depois de seu tempo com OGUN, YEMANJÁ dedicou sua vida ao progresso do reino. Havia paz naquele lugar e OLODUMARÉ decidiu visitar a terra com a finalidade de dizer a YEMANJÁ o quanto ele estava feliz com a prosperidade dos reinos sob o seu governo, desde a época em que OBATALÁ se tornou um homem de idade e deixou o reino desatendido.

 

Ifá Ni L’Órun

 

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.