CAMINHO PARA A FELICIDADE

Aqueles que acreditam em Olodumaré (Deus) compreendem que em seus atos positivos estará sua maior manifestação. Disse Ifá; Quem faz bem aos montes, recebe aos montes.

Aqueles que acreditam que basta suplicar a Olodumaré ignorando seus atos na Terra e seu destino o terá somente para secar suas lágrimas. (Ofun Tempola)
Quem semeia discórdias, será perseguido por discórdias…
Quem semeia o bem a felicidade o alcançará…

A angústia, a aflição, a infelicidade, a solidão são doenças da alma e são companheiras dos homens egoístas que cegos passam por cima de tudo quando acreditam que falta algo em suas vidas, agem como se fossem merecedores do paraíso na Terra e alguém é culpado deles não desfrutarem…
De que adianta estar no melhor lugar do mundo se a angústia não permite que se aproveite nada?

De que adianta muito dinheiro no bolso se a aflição tira o prazer de tudo?
Um filho perdido, um casamento infeliz, solidão, uma doença incurável, frustração de algo que não aconteceu, a falta de paz existe na vida dos ricos e dos pobres…
De que adianta muitos colegas quando se sabe que na verdade esta só?

Sim, desta forma Olodumaré castiga o homem, na alma e silenciosamente, e quando percebemos as rugas mostram que a vida esta indo embora….
Ninguém tem o que não merece, podem roubar, articular, tramar, no final Olodumaré nos tira um pedaço fundamental que poderia ser a tão sonhada felicidade.
Não é somente com ebó, com súplicas, com arrependimentos, pedidos aos Deuses que nos fazem merecedores do que almejamos mas sim, nossos atos.

(Otura Aira)

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.