O AMOR DA OMO (FILHA) DE OSHÚN POR INLÉ

57888687

Aqui foi onde havia uma filha de OSHÚN que não podia se casar porque não encontrava pretendente. Então esta foi ver sua mãe e lhe contou seu problema, ao que OSHÚN a mandou pegar 5 (cinco) ovos e neles colocasse bastante OÑI (mel) e os desse a ela e depois pedisse todos os dias, mas também teria que visitar o mar nesses dias, pois ali ela encontraria uma relação amorosa com um homem muito afortunado, mas essas relações iam ser passageiras e ao mesmo tempo proveitosas, porque o homem quem ela ia ter era viajante do mar.

A filha de OSHÚN assim o fez e em pouco tempo chegou ao porto um homem que desceu de uma embarcação.

Este homem era INLÉ, que ao vê-la ficou encantado por ela e a conquistou e teve relações amorosas com ela. A moça havia se apaixonado por INLÉ, mas como lhe havia dito sua mãe OSHÚN, INLÉ não era um homem do lar, posto que a vida que ele gostava era de ter em cada porto um amor.

images

INLÉ lhe dava grandes presentes e a moça havia se esquecido dos conselhos de sua mãe e só sentia um grande amor por INLÉ.  Porém um dia INLÉ comunicou a moça que teria que ir, já que ele era o líder do barco que o trouxe.

A moça lhe explicou o seu grande amor, mas INLÉ não deu importância e partiu para outras terras. A filha de OSHÚN se entristeceu com a perca do homem que ela queria. Então OSHÚN disse: “Eu te adverti que era um amor passageiro, que esse homem não tinha um paradeiro fixo, mas veja que ele te deixou riqueza e posição. Além do que tens que estar conformada, porque eu te disse sobre tudo isso, portanto não podes fica triste desse jeito, já que tu sabias” …

A riqueza era o filho que ele deixou em sua barriga…

Maferefun INLÉ ABATA todos os dias!

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.