OBATALÁ E A UVA

Santo Obatala 4 (4)

Uma vez OBATALÁ estava semeando uvas com a ideia de alegrar o coração de seus filhos. Estando nisso, apareceu para ele prontamente ALOSÍ (o mal) e lhe perguntou:

“O que fazes?” “Semeando uma árvore que alegre o coração de meus filhos”, respondeu OBATALÁ. “Pois eu também vou ajudá-lo”, disse ALOSÍ, “espera-me que volto em breve”, acrescentou.

Desapareceu como uma agulha no palheiro, voltando em seguida com um AGBO (carneiro), um KENKU (leão), um EKUN (tigre), ELEDE (porco) e um SHEWELO SHEWÉ (macaco).

Sacrificou esses animais junto as novas árvores, de maneira que seus EYÉS empapassem bem a terra e chegassem até as ternas raízes das árvores de uva. Depois, contente de sua obra, voltou a desaparecer novamente.

OBATALÁ se assustou e quase que com medo, disse olhando as árvores: “O que acontecerá com os homens que beberem o vinho dessas uvas?”

Logo pode comprovar. Os animais sacrificados naquela ocasião mostraram logo suas características nas consequências do vinho ingerido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Quando ingerido em pequenas quantidades, o homem se tornava doce e manso como um CARNEIRO, se tomar mais um pouco, ficará forte e valente como um LEÃO, se segue tomando, logo se notará nele o princípio feroz de um TIGRE, ficando zonzo e caindo como um PORCO, para passar mais a frente o ridículo e a vergonha como um MACACO.

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.