AZOWANO (OBALUAYÉ) CONSIDERA OGUN

Azowano y Ogun

AZOWANO possivelmente por ser maior, se mostrava indiferente com OGUN e o discriminava.

Certo dia, OBALUAYÉ queria ir visitar um lugar sem que a noite o surpreendesse. Inteirado OGUN do assunto, abriu um caminho com seu facão como se fosse um falso atalho para se chegar antes.

Assim acreditou BABALU AYÉ e seguiu a trilha.

OGUN ia seguindo atrás e fechando o caminho com videiras e arbustos. Então, diante as dificuldades, BABALU AYÉ decidiu regressar, mas não podia abrir caminho, pois este estava todo fechado.

Tratou então de apartar os espinhos e galhos, machucando as mãos, até que OGUN altivamente se aproximou.

BABALU AYÉ pediu seu facão para que abrisse o caminho, mas não podia fazê-lo por falta de habilidade. Como OGUN era muito mais hábil com o uso do facão, disse a AZOWANO que deixasse com ele.

Assim OGUN abriu o caminho e liberou o matagal para OBALUAYÉ, o qual disse que desde aquele dia em diante, todos considerariam OGUN e contariam com ele.

Maferefun OGUN e AZOWANO todos os dias!

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.