OGUE – O BRUXO DOS ORISHÁS

00604607

OGUE é o ORISHÁ dos animais que têm chifres e dos rebanhos. É o terceiro da trilogia com OKE e ORISHAOKO.

Vive dentro de SHANGÓ ou ao seu lado. Também pode viver em cima dele.

É representado por dois CHIFRES de boi, que com o tempo se coloca algumas cargas e também se sela.

Não se sabe com certeza de onde provém seu culto, mas provavelmente tenha vindo de IBADÁN. Seu nome provém do YORUBÁ ÒGUÉ (Chifre, corno, ostentação).

Na antiguidade seu fundamento era entregue com um só chifre, alguns OTÁS, búzios e outros atributos.

Não é um ORISHÁ que se raspa. Só lhe é dedicado uma dança, já que ele não incorpora. Em sua dança se coloca os dedos indicadores na cabeça como se fossem galhadas. Faz-se os mesmos sacrifícios que se faz para SHANGÓ e possui os mesmos EWÉS (ervas). A sua cor também é a mesma de SHANGÓ.

Sua conduta é de um médico que favorece a saúde dos seres humanos e um “INSHÉ OSSAIN”, que não tem dilogun ou pedra.

f5e5fe9a368691fbfe1ea48b3f49b874

Fala através de SHANGÓ.

Como nos bois os chifres são guias, eles são também os pilares de nossos lares, porque OGUE favorece também as relações amorosas.

É considerado o MÁGICO e MÍSTICO da religião, já que em uma ocasião salvou SHANGÓ de ser envenenado e por isso ele mesmo determinou que viveriam juntos para sempre.

 

Maferefun OGUE todos os dias!

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.