NANÁ BURUKU – MÃE DE OXUM E ESPOSA DE OBALUAYÉ

Lua-Japão1

NANÁ BURUKU significa: Nascimento e Lua. Contam que quando se criou o mundo, OLODUNMARÉ já havia criado NANÁ BURUKU, pois ali já estava a lua, iluminando as trevas da noite.

Apesar de ter um culto muito reduzido, NANÁ BURUKU é um ORIXÁ tão antigo como o tempo. Um ORIXÁ muito sábio e respeitado, cuidadora dos enfermos e grande protetora dos anciãos. Seus discípulos têm de fazer inúmeras oferendas, já que ao tratar-se de um ORIXÁ muito maior, é muito suscetível e, por isso deve ser tratada com muitíssima sutileza.

Pouco se sabe sobre NANÁ BURUKU, mas o que se afirma dela é que é um ORIXÁ LEGENDÁRIO, muito misteriosa e secreta. Atribui-se a ela a criação das águas doces, como pode ser também dos poços, dos mananciais, dos rios, das lagoas, das quais OXUM é dona, ainda que nunca devemos esquecer que NANÁ BURUKÚ foi quem as criou e posteriormente passa os direitos para sua filha OXUM.

tumblr_mknifz3s2V1qjeot1o1_540

Os filhos de NANÁ BURUKU são pessoas que geralmente são muito bondosas e de bom coração. As características de sua personalidade são a serenidade, a compostura, a benevolência, o equilíbrio, a sabedoria e a justiça. Geralmente são apaixonados por crianças e gostam de dar muitos bons conselhos.

Entretanto, uma vez contrariados e se algo não sai dentro dos conformes como querem, são intempestuosos e mudam de humor rapidamente.

Pela proximidade com o nome, NANÁ BURUKU foi confundida muitas vezes como mãe de BABALU AYÉ (OBALUAYÉ / AZOWANO, sua mãe se chama NANU), mas na verdade ela é sua ESPOSA e foi sua RAINHA no REINO de ARARÁ (DAHOMEY).

 

Maferefun NANÁ BURUKU todos os dias

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.