O PODER DE ORO (ORUN)

ORUNMILÁ estava em uma guerra em sua própria terra, o que lhe obrigou partir de onde vivia para o outro lado do mundo, onde fez algumas oferendas e sacrifícios para ELEGBÁ aos pés de duas palmeiras gêmeas e fez oferendas e ADIMÚS (comidas) a OYÁ.
Ele teve que fugir de sua terra porque seus inimigos eram em grande número. Então resolveu se esconder, quando YANZAN apareceu. ORUNMILÁ contou a ela o que havia acontecido com o povo de sua terra. YANZAN se sentiu atraída por ele e então fizeram amor.

YANZAN disse:
“Escute bem o que te digo, vou te dar um filho, mas quando ele nascer tu terás de dizer a todo mundo que ele é o meu filho”.

Ele ficou escondido ali enquanto durou a gravidez de OYÁ, acompanhado por ORO, YEWÁ e os ANCESTRAIS que o protegiam.
Quando OYÁ pariu o filho de ORUNMILÁ, este o recebeu em suas mãos e disse:
“YANZAN, ele se chamará AWÓ ODILOYOKUN OMO IRETE UMBO INLÉ ELU”. Então ela disse:

“Coloque o meu ILEKÉ (fio de conta) nele e assim poderá sair com o menino, mas lembre-se do que juramos e não me enganes, para que tenhas sorte na vida”.
ORUNMILÁ pegou o menino e saiu. Seus inimigos o estavam esperando. Ele disse a eles que o menino era filho de OYÁ. Imediatamente acreditaram porque viram o ILEKÉ de YANZAN no pescoço do menino.

Quando o menino abriu a boca para falar, saiu dele a SOMBRA de ORO e todos os inimigos de ORUNMILÁ caíram mortos.

Maferefun OYÁ
Maferefun ORO
Maferefun ORUNMILÁ

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.