OKÉ E OGUE – A FIRMEZA E A DIREÇÃO DO MUNDO

OKÉ (a montanha) é a cabeça da Terra. OGUE (os chifres de boi) representam a guia da vida, as plantas que nascem aos pés ou na subida da montanha.

OKÉ e OGUE são a seiva da natureza. Os segredos de OKÉ são tão profundos que poucos os conhecem.

OKÉ é um fiel cumpridor de sua palavra; há um pacto entre ORISHAOKO e OLODUMARÉ que ele cumpre fielmente, já que se nutrem e vivem todos os seres conscientes que existem sobre a face da Terra.

Tem semelhanças com OLOKUN. O mar é um mundo que em seu interior se encerram duas grandes potências espirituais que são SOMUGAGÁ e AKARÓ.

Em ORISHAOKO (a terra) temos OGUE e OKÉ, que são duas grandes potências na terra para seu impulso e influxo.

OKÉ (a montanha) grande ou pequena, não importa o seu tamanho, a maioria das montanhas estão cobertas de terra, este é OKÉ, é um ORIXÁ que representa a firmeza de nossa consagração religiosa e, por isso, consideramos essa montanha de rochas e terra a mais forte e firme através dos anos e é, por isso, que adoramos e imploramos a esse ORIXÁ por nossa firmeza e estabilidade na Terra.

OGUE é o influxo, o salvador e guia da Terra, é o princípio, ou seja, o nascimento e guia, assim como os chifres do boi, por isso, os africanos ao se referirem a ele, levavam a mão na cabeça com os dedos estirados horizontalmente em sinal de guia e o nascer de todas as coisas e é, por isso, que os chifres são os símbolos de OGUE, que também representa o trabalho, por ser o boi os que antigamente mais trabalhavam, ajudando o homem em todos os seus trabalhos cotidianos.

A montanha por sua firmeza é onde vive OBATALÁ, que ano após ano se mantém firme, apesar das tormentas e dos furacões.

Maferefun OKÉ

Maferefun OGUE

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.