OGUÉ E OKÉ

OGUÉ

Quem é Ogué:

Ogué é o Orishá dos animais cornudos (chifrudos) e dos rebanhos. É o terceiro da trilogia com Oké e Orishaoko. Vive dentro de Shangó ou ao lado em um receptáculo plano pintado de vermelho e branco.Oggué

É representado por dois chifres de boi ou dois cornos, que com o tempo se cargan e se selam. Não se sabe com certeza de onde provém seu culto, mas pode ser que venha de Igbadán. Seu nome provém do Yorùbá Ògué (corno, ostentação). Na antiguidade seu fundamento se entregava com um só corno (chifre), uma otá, caracóis e outros atributos.

Não é um Orishá que se assenta. Dedica-se uma só dança, ainda que não se receba esse santo, mas se dança para ele colocando os dedos indicadores na cabeça em forma de chifres. Oferece-se e imolasse igual para Shangó e possui os mesmos Ewes (ervas). Sua cor també e a mesma de Shangó.

 

Oké

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OKÉ

Quem é Oké:

Oké é o orishá das colinas, das montanhas e das alturas ou elevações da terra. Representa a perfeição do estado primordial do homem que nasce de Olodumaré (Deus) e retorna a ele. É o simbolismo dos mistérios de Olófin (Deus) e a firmeza da mãe terra.

Seu culto provém de Abeokutá e Ibadán, onde o adoravam no chão coberto com uma cabaça branca, com um orifício em sua parte superior, por onde se lhe imolavam os animais. Está cabaça só se destapa para utilizar a Oké. Como guardião de Ibadán na guerra com Ifé, se refugiou na montanha de Oshuntá. Seu nome provém do Yorubá Òké (altura, elevação, grandeza).

Forma uma importante trilogia com Oggué e Orishá Oko, com quem rege todos os movimentos da terra. Irmão de Oshósi e Inlé, mas inseparável de Obbatalá. Em algumas casas em Cuba ele vive junto a Obbatalá em outras ele vive dentro da sopeira deste. É um Orishá de fundamento, não se assenta sem que se receba toda a consagração de Osha. Os filhos de Yemayá o recebem sobre o ombro esquerdo.

Seu receptáculo é plano e contém sua única otá, que é de forma redonda e plana, de cor branca, negra ou caramelo e se cobre com algodão. A ele se oferece o mesmo que para Obbatalá e lhe correspondem também sua cor e número de vibração. Não possui Elekes e fala por diloggun no Eyeunle Meyi. Não tem saudação específica, somente Maferefun Oké!

 

Ifá Ni L’Órun

Gostou? Que bom, compartilhe com seus amigos.